Bicicleta e trilhos: integrando para ir mais longe

Bicicleta e trilhos: integrando para ir mais longe

Esse é o título de uma das monografias apresentadas no semestre passado no curso de Ciências Ambientais da Universidade de Brasília. A integração bicicleta e transporte sobre trilhos como forma sustentável de se deslocar pela cidade é justificada pela complementaridade que os transportes apresentam: bicicleta em distâncias menores e trilhos para chegar mais longe. Foram pesquisadas 17 linhas brasileiras: 8 delas permitem a pessoa embarcar com bicicleta no trem ou metrô.

O Metrô do Distrito Federal é o único que permite o embarque da bicicleta em qualquer horário (Decreto nº 33.529/2012, que regulamenta a Lei Distrital n° 4.216/2008), mas em ocasiões diferentes, como greve, ele pode reduzir esse acesso.
Em seguida, vem o trem de superfície de Porto Alegre, por meio do programa Ciclista Trensurb, que permite o embarque nos dias úteis, fora dos horários de pico, além de sábados, domingos e feriados. Depois vêm o Metrô de São Paulo e o Metrô de Belo Horizonte, que possibilitam em dias úteis apenas a partir das 20h30, além de horários aos sábados, domingos e feriados. Por fim, as demais linhas que permitem só aceitam bicicletas aos sábados, domingos e feriados. São elas: Metrô de Recife, Metrô do Rio (tem inclusive bicicletários), Rio SuperVia e Trem de superfície de São Paulo.

Ainda é frisada na monografia a importância de se investir não só na infraestrutura em transportes sobre trilhos, calçadas adequadas e ciclovias bem feitas e sinalizadas, mas também na informação precisa e acessível (campanhas educativas, banners, comerciais de tv e rádio, sites). Assim, a integração será possível em mais cidades e ocorrerá plenamente!

Baixe aqui o trabalho na íntegra

*Talita Rocha é voluntária da Rodas e autora da monografia.

2 comments

que legal, Caio, sua monografia está disponível na internet, como achamos?

Eu também tenho uma monografia nessa pegada de transportes sustentáveis para apresentar agora no final do ano. Como moro em uma região metropolitana com altos índices de poluição a ideia é mostrar como reduzir o dióxido de carbono jogado na atmosfera através de transportes sustentáveis.

Comments are closed.