Moradores de Águas Claras criam abaixo assinado online cobrando ciclovias

Moradores de Águas Claras criam abaixo assinado online cobrando ciclovias

Moradores de Águas Claras criaram abaixo assinado online cobrando da Administração Regional de Águas Claras, da Deputada Distrital Telma Rufino e da Secretaria de Gestão Territorial e Habitação a implantação ainda este ano do projeto Mobilidade Ativa.

O projeto Mobilidade Ativa coloca a Política Nacional de Mobilidade Urbana em prática, dando prioridade para o deslocamento de pedestres e ciclistas e facilitando o acesso ao transporte coletivo dentro dos bairros. O estudo que deu base para o projeto partiu da análise da área de alcance para 5, 10 e 15 minutos de deslocamento a pé e em bicicleta a partir das estações de metrô e dos pólos geradores de tráfego de Águas Claras, conforme imagem abaixo:

bicicleta_AC_segeth

O projeto foi apresentado e discutido com a comunidade por diversas ocasiões. Em 15/7, a SEGETH apresentou o projeto em parceria com a SEMOB na oficina colaborativa de mapeamento de ciclorrotas. Posteriormente, foi feita uma vistoria aberta nos locais que receberão a infraestrutura cicloviária. Em seguida, o projeto já melhorado foi então apresentado em reunião pública à comunidade de Águas Claras no dia 27/8 no Colégio La Salle.

11904646_842390162477101_7276928975418032813_n

Ainda houve duas reuniões na própria Administração Regional de Águas Claras para se tirar mais dúvidas a respeito do projeto, a última tendo ocorrido dia 16/11 a pedido da AMAAC, com a presença de deputada distrital Telma Rufino e o novo administrador, Manoel Valdeci.

Para se ter mais informações sobre o volume e o perfil das pessoas que se deslocam de bicicleta pela região, a Rodas da Paz organizou uma contagem de ciclistas em dois pontos centrais de Águas Claras. Mesmo sem nenhum incentivo, circulam atualmente mais de 260 ciclistas em apenas um dia pelos cruzamentos da Rua das Pitangueiras com a Boulevard Sul e da Rua das Pitangueiras com a Avenida das Araucárias. Os dados detalhados da contagem você encontra neste relatório.

Esta contagem nos permite ter um indicador para se mensurar a evolução do volume de pessoas utilizando a bicicleta no mesmo local após a implementação do projeto. Contagens de ciclistas em São Paulo mostraram grande crescimento de ciclistas nos locais observados já no primeiro ano após a implantação de ciclovias.

Assine o abaixo assinado, compartilhe e ajude a tirar esse projeto do papel!

Assine aqui!

2 comments

Meninos bom dia. Não sou ciclista, sou pedestre e motorista, nossa cidade está muito aquém das grandes cidades onde todos podem andar de uma forma justa. Vi nesses últimos dias na avenida Araucárias ser demarcada com a ciclovia, achei descaso o tamanho e um perigo agora que irão passar por ali 3 faixas mais a ciclovia dentro da avenida sem nenhuma segurança. Não sei se a ONG está ciente do que está acontecendo, do jeito que está acontecendo, os ônibus nem cabem dentro da demarcação. Alertem nossos ciclistas para coibirem a definição, pelo que vi andar ali será suicídio. Abraços e força a todos.

Prezada Angela, obrigada pela mensagem e pelo interesse! Estamos acompanhando a implementação do projeto Mobilidade Ativa em Águas Claras sim. Além da marcação, haverá redução dos limites de velocidade e sinalização horizontal e vertical das vias, garantindo boas condições de segurança. O trabalho educativo e de fiscalização será fundamental agora, assim como a colaboração de toda a população. Compreenda melhor o projeto e tire outras dúvidas aqui: http://www.rodasdapaz.org.br/cabe-ciclovia-em-aguas-claras/.

Deixe uma resposta para Angela Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.