E a ciclovia da EPTG vai sair!

EPTG CICLOVIA FINAL

Segundo o edital disponível no site  (Clique aqui) do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF), o processo licitatório para a implantação da ciclovia na Estrada Parque Taguatinga (EPTG) ocorrerá no dia 2 de fevereiro.

Desde 2005, o DF conta com a lei distrital nº 3639/05 que prevê a construção de ciclovias em suas rodovias. No escopo do Programa de Transporte Urbano do DF – PTU/DF, componente do Brasília Integrada, iniciado em 2007, o projeto da Linha Verde considerava uma ciclovia na “nova EPTG”. A obra de expansão da rodovia foi executada, porém a ciclovia prevista foi suprimida.

A Rodas da Paz vem pressionando, há anos, os órgãos responsáveis do GDF pela implantação de infraestrutura cicloviária nas rodovias distritais. Em 2015, um novo projeto do DER-DF para a ciclovia da EPTG voltou a ser debatido, após o Ministério Público do Distrito Federal encaminhar a denúncia feita em agosto de 2014 pela Rodas da Paz (Clique aqui para ler a denúncia), na qual a ONG alegou que o Governo do DF “não tem obedecido ao que determina a lei, em clara inobservância do Código de Trânsito Brasileiro e da Política de Mobilidade Urbana por Bicicletas, Lei nº 3.885/2006”.

Naquele contexto, a ONG viu a importância de se realizar uma contagem de ciclistas nessa rodovia, para mostrar a demanda já existente por infraestrutura cicloviária na via e compará-la com as demandas futuras, após a construção de infraestrutura cicloviária. Mesmo sem segurança, com tráfego intenso em alta velocidade, mais de 200 ciclistas foram vistos num dia com chuva próximo à passarela do Guará, entre 6h da manhã e 8h da noite. (Clique para ver o Relatório da Contagem)

A obra, orçada em R$ 11 milhões, deve começar logo após o processo licitatório. Com prazo de execução de até 8 meses, é possível que os ciclistas do DF possam pedalar na ciclovia da  EPTG até o fim do ano. Vamos ficar de olho!

Atualização: a empresa selecionada na concorrência é a SIGMA. Confira mais detalhes aqui.

12 ideias sobre “E a ciclovia da EPTG vai sair!

  1. JOELMA

    Ja podia usar a obra que já está pronta e que não é usada pra ônibus como ciclofaixa! Fácil e “barato” : a famosa faixa faixa exclusiva.

    Responder
    1. Rodas da Paz Autor do post

      Olá Joelma. Usar a faixa exclusiva de ônibus não seria adequado para a mobilidade por bicicleta nesse caso. Seria uma solução provisória, sem tratamento de travessias nem continuidade dos trajetos na conexão com as cidades. Lembrando ainda que precisamos lutar pela melhoria do transporte coletivo e pela implementação efetiva dos corredores de ônibus. =)

      Responder
      1. de Barros

        Alguma notícia sobre a licitação do início deste fevereiro?
        Não ouvi mais nada a respeito.
        Só silêncio

        Responder
  2. Ronaldo Macário

    Enquanto não sai essa obra, a via expressa nos finais de semana e feriados poderia ser uma ciclovia!! Fácil de resolver!!!

    Responder
    1. Rodas da Paz Autor do post

      Olá Ronaldo. A ciclovia temporária no final de semana não resolveria a questão da mobilidade do dia a dia, além de exigir recursos com sinalização e policiamento semanal. A ciclovia permanente, por outro lado, atenderá também a demanda de lazer aos finais de semana. Outra experiência interessante são as Ruas de Lazer, como o eixão, que são mais fáceis de serem implementadas, em vias acessíveis a pé e abertas a todos os tipos de atividades que beneficiam uma grande parte da população.

      Responder
    1. Rodas da Paz Autor do post

      Maria, esse é um bom ponto. Torcemos para que a equipe que está por trás da obra pense com carinho nessa questão, visto que a EPTG é pouco arborizada, seria uma ótima solução. 🙂

      Responder
  3. Jonas Eduardo Dias

    Que notícia fantástica, torcer para dar certo é que mais ciclovias sejam construídas, eu sou um motorista q já estou trocando meu carro por metrô e bike para me deslocar até o trabalho, ainda não vou direto de bike por medo da eptg e falta de responsabilidade e sensibilidade de outros motoristas.
    Obrigado Rodas da Paz por toda contribuição para um trânsito verde, mais seguro e inteligente.

    Responder
    1. Rodas da Paz Autor do post

      Agradecemos a mensagem, Jonas. Juntos ainda iremos longe na luta por uma cidade que nos proporcione infraestrutura para receber a mobilidade sustentável! 🙂

      Responder
  4. Fernando

    Aguardando a ciclovia ficar pronta para finalmente trocar o uso do carro pela bike! (Eu me desloco diariamente do Guará até a esplanada de carro.)

    Como, a ciclovia irá terminar no viaduto da EPIA, pretendo descobrir um caminho alternativo que vá do final da ciclovia até a esplanada, já que não tenho coragem de ir pedalando em meio aos carros após o viaduto.

    Deixo como sugestão para o Rodas da Paz, criar um ambiente onde sejam disponibilizadas rotas seguras dentre diferentes regiões do DF!!!

    Responder
  5. Marconi Z L S Neves

    Parabéns a TODOS que se empenharam para que está ciclovia fosse construída no tempo adequado. Antes ágio AGORA. Faço a lembrança de tantos que morreram neste trajeto, estando a pé ou de bicicleta, na esperança da via SEGURA.
    Espero que o mesmo aconteça nas obras da saída da EPIA Norte, rumo a Sobradinho, Planaltina e condomínios, mas que saia junto com a obra para as vias auxiliares. Não podemos repetir os mesmos equívocos. Uma ciclovia que seja adequada às populações que usam a bicicleta para transporte, esporte e lazer.
    Todos juntos pelo transporte SUSTENTÁVEL. Pedalar é preciso, viver imprescindível . Paz e bem !

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *