Curitiba dá preferência ao ciclista nos cruzamentos das ciclovias, viu GDF?

Curitiba dá preferência ao ciclista nos cruzamentos das ciclovias, viu GDF?

As ciclovias de Curitiba, assim como as do Distrito Federal, possuem o aviso de “PARE” voltado para o ciclista em cruzamentos, dando a entender que o ciclista deveria parar e dar passagem aos carros, o que é contrário ao Código de Trânsito. A prefeitura de Curitiba reviu essa escolha. Em comunicado em seu próprio site, a prefeitura afirma que vai seguir o Código de Trânsito e dar preferência para o ciclista nos cruzamentos das ciclovias. Fica a dica para o GDF também rever sua sinalização!

Segue o comunicado da prefeitura de Curitiba abaixo:

Faixas vermelhas apontam prioridade para passagem de ciclistas em cruzamentos

A Prefeitura de Curitiba estará finalizando nos próximos dias a colocação de faixas vermelhas em 98 cruzamentos da cidade onde há ciclovias. As obras fazem parte de um investimento de R$ 3,5 milhões em novas sinalizações de trânsito em todas as administrações regionais, para garantir uma maior segurança da população no trânsito da capital.

Foram pintadas até agora 95 faixas vermelhas em algumas das principais vias da capital com ciclovia, como a Avenida Sete de Setembro e as ruas Mariano Torres, Conselheiro Laurindo, Getúlio Vargas, Engenheiros Rebouças, Flavio Dalegrave, entre outras.

“Essa sinalização é prevista no Código Brasileiro de Trânsito e alerta os motoristas de que em determinado cruzamento passa uma ciclovia e que é necessária atenção com os ciclistas. Nos cruzamentos não semaforizados onde existem faixas vermelhas, a prioridade de passagem é de ciclistas e pedestres”, informa Danilo Herek, coordenador de mobilidade urbana da Secretaria Municipal de Trânsito.

Desde janeiro, 192 ruas que foram recapeadas nos últimos anos na cidade recebem novas sinalizações horizontais e verticais (faixas de pedestres, placas, travessias elevadas e semáforos). Ruas importantes de diversos bairros também estão tendo a sinalização horizontal revitalizada. As vias estão ganhando pinturas a base de metilmetacrilato (pintura a frio) e em material termoplástico (pintura a quente). São 85 mil metros quadrados de pintura horizontal e mais de 600 placas de sinalização.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.