Conheça a nova secretária executiva da Rodas da Paz!

Conheça a nova secretária executiva da Rodas da Paz!

Após fazer um processo seletivo aberto para preencher a vaga de Secretário Exevutivo, a Rodas da Paz recebeu 58 currículos de pessoas interessadas em colaborar com a pauta da mobilidade sustentável!

Ficamos muito felizes em ter despertado o interesse de tantas pessoas!

Conheça abaixo o perfil de Juliana Mendes, que já foi contratada e que está trabalhando a todo vapor na ONG!
juliana_rodas

Juliana é formada em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Brasília, tem mestrado em Ciências Sociais também pela UnB e se inscreveu no processo seletivo por acreditar que a Rodas da Paz “é uma associação que investe na mobilização social e, para isso, explora diversas ferramentas de comunicação”. Com experiência em diversos projetos sociais, a Juliana com certeza irá nos ajudar bastante a fazermos a mensagem da mobilidade por bicicleta chegar cada vez em mais pessoas!

Seja bem vinda!
Saiba mais sobre a Juliana e seu trabalho na curta entrevista que fizemos:

No seu primeiro mês, qual você acha que pode ser sua maior contribuição?

Juliana: Espero que a minha contribuição para a Rodas da Paz ocorra de forma mais gradual no decorrer do desenvolvimento das atividades e projetos. Neste primeiro mês, meu esforço é no sentido de colaborar com a organização dos processos e com o relacionamento com a equipe e parceiros. Nessas poucas semanas, ao conhecer as pessoas envolvidas com a associação e ao participar em alguns eventos, tenho aprendido sobre os debates que envolvem a mobilidade. Este contato também me permite vislumbrar na prática, principalmente dos ciclistas, como poderia ser um outro sistema de transporte, mais digno, justo e conectado com a vivência e interação nos espaços da cidade.

Qual o maior desafio para aumentar o alcance das ações da Rodas da Paz?

Juliana: A Rodas da Paz é uma organização reconhecida em Brasília e que continuamente desenvolve ações educativas e de comunicação em favor da mobilidade urbana e de um trânsito mais sustentável e menos violento. Porém, apesar do protagonismo da associação para a mobilização social e a elaboração de políticas públicas, um grande desafio é a mudança cultural na compreensão do conceito de uma cidade mais humana e acessível a todas e todos. Afinal, o transporte é essencial, principalmente em grandes cidades, para o gozo de outros direitos – como trabalho, educação, saúde, cultura e lazer. Então, para aumentar o alcance de suas ações, acredito que a Rodas da Paz deva estabelecer permanentemente o diálogo com os diferentes atores desta equação: gestores, empresas, grupos organizados da sociedade e cidadãos. Como na maioria das instituições, penso que o mais difícil seja descobrir a linguagem e as ferramentas apropriadas para se comunicar com aqueles que desconhecem o assunto ou nunca se questionaram sobre os posicionamentos mantidos.

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.