Bicicleta e trilhos: integrando para ir mais longe

Bicicleta e trilhos: integrando para ir mais longe

Esse é o título de uma das monografias apresentadas no semestre passado no curso de Ciências Ambientais da Universidade de Brasília. A integração bicicleta e transporte sobre trilhos como forma sustentável de se deslocar pela cidade é justificada pela complementaridade que os transportes apresentam: bicicleta em distâncias menores e trilhos para chegar mais longe. Foram pesquisadas 17 linhas brasileiras: 8 delas permitem a pessoa embarcar com bicicleta no trem ou metrô.

O Metrô do Distrito Federal é o único que permite o embarque da bicicleta em qualquer horário (Decreto nº 33.529/2012, que regulamenta a Lei Distrital n° 4.216/2008), mas em ocasiões diferentes, como greve, ele pode reduzir esse acesso.
Em seguida, vem o trem de superfície de Porto Alegre, por meio do programa Ciclista Trensurb, que permite o embarque nos dias úteis, fora dos horários de pico, além de sábados, domingos e feriados. Depois vêm o Metrô de São Paulo e o Metrô de Belo Horizonte, que possibilitam em dias úteis apenas a partir das 20h30, além de horários aos sábados, domingos e feriados. Por fim, as demais linhas que permitem só aceitam bicicletas aos sábados, domingos e feriados. São elas: Metrô de Recife, Metrô do Rio (tem inclusive bicicletários), Rio SuperVia e Trem de superfície de São Paulo.

Ainda é frisada na monografia a importância de se investir não só na infraestrutura em transportes sobre trilhos, calçadas adequadas e ciclovias bem feitas e sinalizadas, mas também na informação precisa e acessível (campanhas educativas, banners, comerciais de tv e rádio, sites). Assim, a integração será possível em mais cidades e ocorrerá plenamente!

Baixe aqui o trabalho na íntegra

*Talita Rocha é voluntária da Rodas e autora da monografia.

2 comments

Eu também tenho uma monografia nessa pegada de transportes sustentáveis para apresentar agora no final do ano. Como moro em uma região metropolitana com altos índices de poluição a ideia é mostrar como reduzir o dióxido de carbono jogado na atmosfera através de transportes sustentáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.