Arquivo mensais:agosto 2017

O Bicicultura 2017 precisa de você!

Você conhece o “Bicicultura”?

É maior encontro nacional de mobilidade por bicicleta e cicloativismo! Ele acontece entre 7 a 10 de setembro na cidade do Recife.

A sua contribuição fará toda a diferença! Com apenas R$ 10,00 já é possível participar do financiamento coletivo. Ajude a arrecadar o restante da verba para realizar este evento da maneira como foi programado, contemplando os projetos selecionados e todas as atividades culturais e esportivas. Conheça as formas de ajudar aqui: https://benfeitoria.com/bicicultura

Participe!
Saiba mais: https://bicicultura.org.br/
#Bicicultura

Atividades marcam o Dia Nacional do Ciclista em Brasília (19/8)

Dia 19 de agosto é celebrado em todo o país o Dia Nacional do Ciclista, data em que se homenageia o biólogo brasiliense Pedro Davison, atropelado por um motorista embriagado e em alta velocidade no Eixão Sul. A data é celebrada desde 2007, como símbolo da justiça contra os crimes no trânsito e em defesa do uso da bicicleta. A data deve se tornar oficial ainda em 2017.

O Projeto de Lei que institui o Dia Nacional do Ciclista já foi aprovado na Comissão de Constituição de Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados e seguiu para o Senado, onde será relatado pelo senador Cristovam Buarque (PDT-DF).

Nos dez anos passados, desde a instituição popular da data, o país ampliou seu número de ciclovias, contando com cerca de três mil quilômetros em 2016. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), cerca de 6% da população do país faz seus deslocamentos diários de bicicleta. O Distrito Federal conta hoje com cerca de 420 quilômetros de ciclovia e tem cerca de 2% de seus deslocamentos feitos de bicicleta.

Entre as atividades que ocorrerão em Brasília na data estão um passeio ciclístico, cinema ao ar livre e a oficina de reparo para bicicletas.

Passeio ciclístico acontece nesse sábado (19/8) para celebrar o Dia Nacional do Ciclista e o Dia Nacional de Luta da População de Rua. A concentração será às 8h no Taguaparque. A iniciativa é do “Projeto Pedal Cidadão”, que é desenvolvido no Centro Pop de Taguatinga. O projeto tem como objetivo a capacitação de moradores de rua para trabalharem como mecânicos de bicicleta.

O Pedal Cidadão arrecada bicicletas novas, seminovas ou usadas e peças para seu conserto. As bicicletas são doadas às pessoas em situação de rua. Os interessados em conhecer e contribuir para o projeto podem fazer suas doações na própria unidade, na QNF 24, Área Especial, perto ao Senai ou ligar para os seguintes contatos: 3352 5098 e 3563 1046.

Rodas da Paz e Rede Globo repetem parceria na edição do DFTV Cidadão na Cidade Estrutural. Nos dias 18 e 19 de agosto, das 9h às 16h, as pessoas poderão levar suas bicicletas para fazer pequenos reparos na oficina mecânica itinerante. A Cidade Estrutural é a região Administrativa onde a população mais usa a bicicleta para ir ao trabalho, com 6% dos deslocamentos.

Já o Detran faz mais uma edição do especial Cine Pedal, no dia 18/8 em Samambaia, 19/8 na Cidade Estrutural (em frente ao restaurante Comunitário) e dia 20/8 no Recanto das Emas.

Confira as dez fotos mais curtidas do 15º Passeio Ciclístico com a hashtag #rodasdapaz

Veja aqui quem são os dez ganhadores do kit ciclista na loja Giro 66
A retirada dos kits deve ser feita na loja:

QND 30 Lote 42 Loja 01
Taguatinga Norte – CEP: 72120-300
Brasília – DF

1º Lugar 138 curtidas

https://www.instagram.com/p/BXOr141Dt9E/?tagged=rodasdapaz

2º Lugar 95 curtidas

3º Lugar 91 curtidas

4º Lugar 67 curtidas

Passeio ciclístico. #rodasdapaz

A post shared by Rodrigo Alexandre (@rodrigo.alexandre) on

5º Lugar 60 curtidas

https://www.instagram.com/p/BXLFcSElCvO/?tagged=rodasdapaz

6º Lugar 56 curtidas

7º Lugar 53 curtidas

8º Lugar 51 curtidas

#rodasdapaz

A post shared by Claudio Pinheiro Ferreira (@claudioyeshua) on

9º Lugar 50 curtidas

https://www.instagram.com/p/BXLEysIlT52/?tagged=rodasdapaz

10º Lugar 50 curtidas

#RodasdaPaz

A post shared by Matheus Duraes (@matheus_duraes1) on

GDF apresenta seu plano de ciclomobilidade e inaugura estação de bicicletas na UnB

O GDF lançou hoje (9/8) na Universidade de Brasília o seu plano de ciclomobilidade, parte integrante do programa de mobilidade urbana ”Circula Brasília” lançado em 2015.

De acordo com o governador Rodrigo Rollemberg, o programa tem “compromisso com a qualidade de vida da população de Brasília” e é um “programa de Estado, que prioriza o transporte coletivo e o não motorizado de forma integrada”. Dentro do pilar da mobilidade ativa, o principal ponto é superar a descontinuidade da malha cicloviária, composta atualmente por 420 km de extensão. Hoje são 70 km em obras e, até dezembro de 2018, mais 148 km devem estar licitados. A meta é o DF contar com 1200 km de ciclovia até 2023.

No lançamento, foi inaugurada uma das cinco novas estações de bicicletas da UnB.

Outro ponto do plano é proporcionar a integração com outros meios de transporte, especialmente os ônibus. De acordo com GDF, até fevereiro de 2018 dez terminais de ônibus estarão equipados com bicicletários e pontos de reparos. A manutenção dessas estruturas será de responsabilidade das empresas de ônibus.

Visando a integração com o metrô, o GDF irá ampliar as estações de bicicletas compartilhadas atendendo agora as cidades de Ceilândia, Taguatinga e Samambaia. O plano de ciclomobilidade é audacioso. Segundo o próprio Governador, Rodrigo Rollemberg, a intenção é mudar o cenário da mobilidade ativa e do respeito ao ciclista no DF. Veja o vídeo abaixo gravado no dia do evento pela Rodas da Paz: Quem se locomove de bike em Brasília verá o plano como a solução para grande parte das suas aflições. Porém, com apenas mais um ano de governo, será que ele sairá do papel?

Nos primeiros três anos muitos esforços na área de mobilidade por bicicleta foram feitos, como o mapeamento colaborativo das ciclovias existentes, o projeto Mobilidade Ativa, a licitação da ciclovia da EPTG e ótimas campanhas educativas. Mas tudo isso parece pequeno diante do aumento da tarifa de ônibus, que custa atualmente R$5,00 entre as cidades.

O exorbitante Trevo de Triagem Norte e os viadutos da EPIG ajudam a mostrar que a prioridade continua sendo o uso do automóvel. Por mais que os discursos defendam a mobilidade sustentável, o orçamento segue priorizando o insustentável.

Para que este plano de ciclomobilidade seja de fato implementado, cabe a nós cidadãos acompanharmos as decisões e cobrar o governo que as promessas apresentadas hoje sejam de fato cumpridas.

Quer saber mais sobre o plano?