Arquivo mensais:março 2016

Ciclofaixa de Águas Claras: pintou avanço!

Finalmente, as ciclofaixas nas principais avenidas de Águas Claras estão se tornando realidade, por meio do trabalho dos técnicos da Secretaria de Estado de Gestão do Território e Habitação (Segeth), da Secretaria de Mobilidade (Semob) e do DETRAN junto com a comunidade.

Houve impasse, contenda e muita dúvida sobre se esse dia chegaria. Mas quem pedala todos os dias sempre esteve absolutamente seguro sobre a viabilidade e a urgência dessa implementação.

Na prática, a ciclofaixa já era realidade para quem passava por ali, mesmo invisível. A comunidade estava utilizando a faixa mesmo sem pintura, como mostrou a contagem de ciclistas que a Rodas da Paz fez. Faltava o GDF tomar a iniciativa de concretizá-la.

No entendimento da Rodas da Paz, como a gente disse em uma entrevista recente ao Correio Braziliense, as ciclofaixas de Águas Claras vão trazer qualidade de vida para os moradores.

Quanto mais ocupada uma cidade é, mais viva e segura ela se torna.
As pessoas circulam mais, pois podem fazer a escolha de deixar os carros em casa. Águas Claras fica, assim, cada vez mais perto se tornar um bairro planejado para ser cada vez mais humanizado.

Todo mundo tem a ganhar com isso, inclusive os comerciantes.

Está pintando uma das obras mais importantes do DF, mas ainda tem muita tinta pela frente. Vamos acompanhar todas as etapas com o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (DETRAN), a Novacap e a Secretaria de Mobilidade. O projeto inclui, por exemplo, campanhas educativas.

Embora esteja localizada em Águas Claras, a ciclofaixa chama a atenção para o debate sobre mobilidade urbana sustentável como uma agenda do país e está repercutindo na imprensa nacional.

Bem vinda, ciclofaixa de Águas Claras. A ciclofaixa não dá a preferência somente ao ciclista: dá preferência à vida de todos nós.

803716234_20544_14021996726053892832 20160322124858  803721588_20003_14721351963998761776 20160322124858 (1)

Plano Piloto completa 40 estações do Bike Brasília

A Região Administrativa do Plano Piloto completará 40 estações de bicicletas compartilhadas nesse sábado, 5 de março. O sistema ganhará o reforço de mais 100 bicicletas. O Bike Brasília é o terceiro sistema de bicicleta compartilhada mais usado no país, ficando atrás de Fortaleza e Rio de Janeiro apenas. Em Fortaleza cada bicicleta faz em média 6,2 viagens por dia, no Rio de Janeiro 4,7 e em Brasília 2,1. Em Paris, o sistema de bicicleta compartilhada Velib, um dos primeiros a ser implementado no mundo, contabiliza mais de 6 viagens feitas em cada bicicleta do sistema e cerca de metade dos deslocamentos de bicicleta da capital francesa são feitos em bicicletas públicas.

viagens

O serviço Bike Brasília funciona todos os dias da semana, das 6 horas às 23h59. Para usá-lo, é preciso preencher um cadastro no site Bike Brasília, ou no celular, e pagar uma taxa anual de apenas R$10. A bicicleta pode ser usada por até uma hora e, para liberá-la, o ciclista deve acessar o aplicativo ou ligar para o telefone 4003-9846. As estações do Bike Brasília funcionam por meio de energia solar.

A inauguração das novas estações acontecerá nesse sábado, dia 5 de março, às 9h, na estação da 205 norte. É esperada a presença do governador Rodrigo Rollemberg e do Secretário de Mobilidade, Marcos Dantas.

Confira a localização das próximas estações:

Asa Norte
CLN 202,
CLN 204,
CLN 406,
EQN 104/105,
EQN 305/306,
SQN 205,

Asa Sul
EQS 204/205,
EQS 303/304,
SQS 305,
Fashion Mall
SHS Hospital de Base

Com informações da Agência Brasília/SEMOB